Início Notícias Reposição salarial da Unitau é sancionada e se torna lei municipal

Reposição salarial da Unitau é sancionada e se torna lei municipal

15

Foi sancionada a lei que dispõe sobre a reposição salarial de 11,2% aos servidores técnicos e docentes, estatutários e celetistas, da Universidade de Taubaté e da Escola de Aplicação Dr. Alfredo José Balbi.

A reposição salarial se estende também aos servidores inativos e aos pensionistas que recebem provento e pensão pelo IPMT (Instituto de Previdência do Município de Taubaté) e pela Funcabes (Fundação Caixa Beneficente dos Servidores da Universidade de Taubaté).

A medida está garantida através da Lei Municipal 5714, de 17 de março de 2022.

Em janeiro de 2022, o Sindicato dos Servidores Municipais de Taubaté já havia oficiado a Universidade de Taubaté solicitando o reajuste salarial aos servidores. A matéria completa e o ofício da entidade podem ser conferidos no link https://servidorestaubate.com/reajuste-salarial-sindicato-oficia-universidade-de-taubate/

Vale ressaltar que a Unitau é um órgão independente, portanto possui orçamento próprio, assim como a Câmara Municipal. Dessa forma, a concessão de reposição salarial não interfere nos demais órgãos públicos.

Atendimento com agendamento prévio

O Sindicato segue priorizando o atendimento através de nossos canais digitais ou por telefone. Quando o atendimento presencial é indispensável, o agendamento está sendo realizado pelo telefone 3622-1829 e 3633-1795; Whatsapp 99226-6814; ou pelo e-mail sindicato@servidorestaubate.com.br.

Artigo anteriorPrefeitura dá 4ª versão diferente sobre reajuste salarial dos servidores da PMT
Próximo artigoSubsídio para fins de plano de saúde é reajustado