Início Nota Oficial Nota de Repúdio

Nota de Repúdio

10

O Sindicato do Servidor Público Municipal de Taubaté vem a público emitir uma Nota de Repúdio à declaração do ex-prefeito de Taubaté, Bernardo Ortiz.

Bernardo declarou à imprensa local que a esposa – secretária de Finanças, Odila Sanches – é melhor funcionária “do que 50% desses vagabundos que tem aí dentro”, referindo-se aos servidores públicos municipais de Taubaté.

O Sindicato ressalta que, apesar de Bernardo Ortiz não ser mais prefeito da cidade de Taubaté, ele deve respeito a todos os funcionários municipais, sobretudo porque cada um deles fez parte do seu governo e todas as realizações a frente da Prefeitura só foram possíveis devido ao trabalho e esforço dos servidores.

Dessa forma, o Sindicato considera as afirmações ofensivas e desrespeitosas, além de não refletir a realidade dos servidores municipais. Contamos com diversas categorias, cada qual com sua responsabilidade e grandeza, permitindo que a cidade preste um serviço de qualidade à população e garantindo o seu desenvolvimento.

A entrevista à imprensa foi motivada depois que a esposa do ex-prefeito “furou a fila” da licença prêmio e foi beneficiada na frente de, pelo menos, 1.300 servidores que já haviam feito o pedido em data anterior a dela.

Apesar do ex-prefeito alegar que a lei não obriga o pagamento da licença-prêmio em ordem cronológica de pedido, o Sindicato solicita que a administração municipal adote esse procedimento, pois isso reflete respeito, confiança e torna-se uma atitude moralmente correta perante os servidores.

Para garantir que o pagamento seja feito respeitando a ordem cronológica de solicitação, o presidente do Sindicato, Guará Filho, apresentou um projeto de lei na Câmara Municipal com o objetivo de obrigar a Prefeitura a pagar o benefício na ordem de direito de cada um deles, além de dar transparência no pagamento, evitando ingerências.

Como representante legal dos servidores públicos municipais de Taubaté, o Sindicato vem a público dar voz a todos os funcionários municipais, e repudia totalmente as afirmações do ex-prefeito no que tange à moral e a conduta dos servidores.

Diante disso, o Sindicato do Servidor Público Municipal de Taubaté solicita uma retratação pública do ex-prefeito Bernardo Ortiz.

Artigo anteriorQuais atestados não abonam a falta dia?
Próximo artigoComunicado sobre as carteirinhas Unimed